Por que incluir a Filantropia na Educação?

Com o sentido cada vez mais amplo, o conceito de Filantropia era inicialmente ligado a ações realizadas exclusivamente por instituições religiosas, mas, nos últimos anos, pode ser compreendido como “Ato de Benevolência empreendido por pessoas ou instituições na direção daqueles que não têm situação material ou contexto de vida favorável”, segundo artigo escrito pelo Mestre em Sociologia Luiz Antonio Guerra, publicado em novembro de 2017 no site Infoescola.com.

Podendo ser praticada por indivíduos ou por entidades filantrópicas, normalmente sem fins lucrativos, a filantropia atua preenchendo lacunas com serviços que deveriam ser integralmente atendidos pelo Estado, como Defesa de Direitos Civis, Promoção do Desenvolvimento Econômico local, Combate à Degradação Ambiental e Acesso à Educação. A abordagem de assuntos como esse, que estão diretamente interligados com Humanitarismo e Voluntariado, conscientizam pessoas sobre o poder de ações e transformações consideradas ‘pequenas’, mas que fazem diferença no espaço em que são realizadas.

Partindo desse princípio, os professores Allan Santos e Rebeca Moreira, juntamente com alunos da turma 2° BM visitaram, no último dia 8, o abrigo O Coração do Pai, que resgata crianças de situações de alto risco e oferece atendimento individualizado em Manaus desde 2012. Durante a visita, por meio do projeto nomeado Fazer o Bem, os professores e estudantes doaram brinquedos e alimentos básicos em um dia de interação com os beneficiados do abrigo. O idealizador, Allan Santos, conta que o objetivo do projeto é despertar nos alunos e na comunidade escolar sobre a importância do projeto social. “Para os alunos, conhecer a realidade do próximo e contribuir com a felicidade deles é algo muito bom. Eles mesmos tiveram a ideia do projeto, eu abracei e criei o nome”, contou. O profissional ressalta que a expectativa com o projeto é que os estudantes se tornem mais conscientes sobre as diversas formas de ajudar, seja doando brinquedos, alimentos, ou simplesmente amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.