Como é feito o aporte de P&D?

Você sabia que existem diversas formas de contribuir para a sustentabilidade do nosso projeto social? Uma das principais maneiras é a Aplicação de verba de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento).

O aporte da verba de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), ocorre por meio da Lei da Informática, quando as empresas precisam investir por ano ao menos 5% do seu faturamento bruto em atividades de pesquisa e desenvolvimento em tecnologia da informação. Em contrapartida, as empresas que se comprometem com o cumprimento desta lei, recebem diversas isenções tributárias, como Redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços), e preferência na aquisição de produtos de informática, automação e telecomunicações desenvolvidos em todo o Brasil.

Confira a legislação da aplicação de verba de P&D em informática na a Amazônia:(http://site.suframa.gov.br/assuntos/pesquisa-e-desenvolvimento/pesquisa-e-desenvolvimento)

Atualmente, a única mantenedora do nosso projeto social é a multinacional Digitron da Amazônia que, por ser uma empresa de produção tecnológica, destina toda a verba de P&D para a nossa sustentabilidade. Como patrocinadoras, também temos as empresas Samsung e TPV, que se comprometem com a transformação nas vidas dos nossos beneficiários. Em busca de novas empresas parceiras, recebemos, na última semana, a visita da empresa DENSO, fabricante mundial de componentes automotivos.

Alguma dúvida sobre a aplicação de verba de P&D? Ligue para 993890629.  

.