Mais de 100 alunos são premiados na Olimpíada Canguru de Matemática 2019

A qualidade do trabalho realizado com os alunos da Fundação Matias Machline
reflete nos resultados de Olimpíadas regionais e nacionais. Um exemplo disso
é que, de acordo com resultado divulgado na última semana, 101 alunos da
instituição foram premiados na Olimpíada Canguru de Matemática, aplicada no
dia 21 de março.

Ao todo, foram 7 medalhas de ouro, 20 medalhas de prata, 24 medalhas de
bronze e 50 medalhas de Honra ao Mérito. De acordo com o site oficial, o
concurso é uma competição anual internacional destinada aos alunos do 3º
ano do Ensino Fundamental até os da 3ª série do Ensino Médio, e também
considerada a maior competição internacional de Matemática do mundo, com
mais de 6 milhões de participantes por ano em 75 países. Para Cássio Galery,
um dos professores de Matemática da Instituição, o resultado da Olimpíada
comprova a qualidade do Ensino regular implementado na instituição, porque
os estudantes que se destacaram tiveram como base apenas as aulas
regulares, sem nenhuma preparação extra. “É uma prova de que a qualidade
da Educação que divulgamos não é apenas teoria, está na prática. Esses
alunos não tiveram nenhuma preparação especial para alcançar esse
resultado, foram se preparando no dia a dia, com as aulas regulares. Isso
comprova que a educação daqui capacita, não é à toa que a instituição tem o
índice de 95% de aprovação nas Universidades Públicas”, afirmou. O professor
acrescenta que o resultado também é um reflexo de todas as condições que
são oferecidas ao aluno na FMM, que contribuem para o bom desempenho
tanto nas olimpíadas quanto nas provas institucionais. “O estudante aqui
recebe alimentação de qualidade, infraestrutura adequada, ambulatório
médico, programa de tutoria e entre outras coisas. Muitos podem pensar que
não, mas isso tudo contribui para o processo de aprendizagem”, afirmou.

Luziane Cavalcante, Coordenadora Pedagógica da instituição, conta que toda a
equipe de Orientação Pedagógica se sente feliz e realizada com os resultados
alcançados. “Ficamos muito felizes ao saber que estamos fazendo parte de um
novo legado, que proporciona para os alunos os melhores resultados tanto nos
vestibulares quanto nas olimpíadas que participam. Eles não tiveram nenhuma
preparação extra, a nossa maior preocupação é passar todo o conteúdo
proposto pelo ementário da melhor forma possível e preparar o aluno para
qualquer tipo de prova que ele seja desafiado a fazer. A partir do momento que
temos o resultado de 101 medalhas, percebemos que estamos no caminho
certo”, afirmou. A Coordenadora ressalta que o propósito da FMM é fazer com
que o aluno, quando terminar o ensino médio na instituição, saiba como e onde
aplicar o conhecimento adquirido, e acrescenta que a nova proposta
pedagógica se preocupa em desenvolver, além do conhecimento cognitivo,

conhecimento emocional. “Temos excelentes alunos, mas precisamos
acompanha-los porque muitos deles enfrentam problemas sociais, então todo o
corpo pedagógico se compromete em ajuda-los como puder”, contou.

Os nomes dos alunos premiados serão divulgados no 2º semestre, durante um
evento que será realizado na própria instituição. A Fundação Matias Machline é
um projeto social, localizado na Av. Mário Andreazza, Distrito Industrial de
Manaus, que há 33 transforma a vida de jovens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.