Nossa Gente: Deusa Silva

Nascida na Costa do Caldeirão, assentamento localizado próximo ao Careiro da Várzea, no Interior do Amazonas, Deusa Silva nasceu no dia do aniversário do próprio pai, fruto de uma ‘gravidez surpresa’, como ela mesmo conta. Criada em um lar com mais 7 irmãos, Silva, por decisão da família, veio para Manaus aos 5 anos de idade, para estudar e cuidar da própria saúde, considerada fragilizada.

Ensinada desde criança sobre a importância da comunicação e do diálogo, a bibliotecária conta que a paixão pela biblioteconomia também começou desde cedo, quando, em um ambiente cercado de livros, ouvia todas as noites histórias contadas pelo pai. “Naquela sala, onde funcionava a biblioteca, eu era a única filha que tinha livre acesso para limpar, cuidar, ler. Além de meu pai, só eu tinha as chaves”, contou. A profissional, que também atuou como professora por 12 anos, conta que seus caminhos já tinham passado pela Fundação Matias Machline anos antes, quando teve a oportunidade de estudar na instituição, mas não se tornou aluna porque não tinha como estudar em período integral.

 Responsável pela biblioteca KUK SONG SUNG desde 2011, Silva relata que, por desenvolver diversos projetos sociais, buscou por vezes trabalhar na FMM, e que trabalhar em um ambiente onde sonhos se tornam realidade é muito gratificante. “A Fundação é muito importante para esses estudantes porque é como se fosse a luz no fim do túnel, e essa luz abre os caminhos. Por isso, eles apostam todas as fichas e, assim, nos tornamos uma grande família. Os alunos veem na Fundação Matias Machline a transformação nas vidas deles” contou, emocionada. A Bibliotecária acrescenta que a experiência no projeto social é tão gratificante, que mesmo depois de finalizar o Ensino Médio, muitos estudantes não conseguem cortar o ‘cordão umbilical’ com a instituição, e que a responsabilidade social é presente em quem passa pela FMM. “Nós temos esse compromisso de ajudar o próximo, de estar perto e contribuir. Depois que você veste essa camisa, quando tira você sente falta. Os estudantes sonham um sonho que só a Fundação consegue realizar”, concluiu. Acompanhe a nossa News para conhecer mais sobre os nossos colaboradores!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.