Projeto Arquitetônico da FMM será apresentado em exposição Internacional

O Projeto Arquitetônico da Fundação Matias Machline, maior projeto social de educação da Região Norte, será apresentado na exposição Amazônia em Construção, sobre arquitetura na Amazônia nos últimos 100 anos, em Lisboa e em Paris.

A exposição, de acordo com o autor do projeto arquitetônico da FMM que representará a instituição no evento, tem como objetivo refletir sobre quais espaços estão sendo construídos nas cidades da Amazônia. O profissional acrescenta que a arquitetura do projeto social foi escolhida como um dos projetos arquitetônicos mais relevantes dos últimos 100 anos da Amazônia, e ressalta que a infraestrutura foi construída com o objetivo de estimular conhecimentos diversos. “Fiquei envolvido com o projeto desde o início, e quando cheguei aceitamos o desafio de quintuplicar a capacidade da escola, juntar os blocos e construir um prédio que fosse capaz de inspirar pessoas no estudo, no conhecimento, no esporte e também na Educação Ambiental. Então, além do propósito de construir salas de aula, construir um edifício que tivesse o espírito educador.”, afirmou.

Para Fernando Viegas, integrante da curadoria do Brasil na Bienal Íbero – Americana de Arquitetura e Urbanismo, que acompanhou Marcelo na visita à Fundação, a infraestrutura da FMM é admirável e eficiente porque considera a arquitetura tão importante quanto a educação. “Nós arquitetos acreditamos que é um fator educacional importante. Essa quantidade de áreas de convívio, sombras, marquises, pontes, áreas construídas que, aparentemente servem apenas para ligar de um ponto a outro, talvez sejam os espaços mais importantes de convívio de estudantes em um espaço de pesquisa. Então eu gostaria de parabenizar, pra que vocês cada vez deem mais importância para a construção total do ambiente”, afirmou.

Deusa Silva, Bibliotecária responsável pela biblioteca Kuk Sung Song, um dos destaques da arquitetura da FMM, conta que a infraestrutura da biblioteca estabelece a relação entre a instituição e o ambiente externo. “A interatividade do meio e do ambiente que você está contribui para o desenvolvimento, então a arquitetura é fundamental. Cada posicionamento, cores e ambientes. Durante o dia, nós da biblioteca vemos lá fora, e durante a noite, as pessoas lá fora veem aqui dentro. Além disso, temos as passarelas que interligam um pavilhão ao outro e espaços de convívio. Fico muito feliz com a escolha da arquitetura da FMM para essa exposição”, afirmou.

A Fundação Matias Machline é um projeto social, localizado na Av. Mário Andreazza, Distrito Industrial de Manaus, que incentiva e monitora a preservação de ambientes e equipamentos de toda a infraestrutura, possibilitando, assim, que a cada ano, novos estudantes possam estudar em ambientes de qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.