Projeto da Fundação Matias Machline é apresentado ao Governador do Amazonas

Na manhã desta sexta-feira (8) foi apresentado ao Governador do Amazonas, Wilson Lima e seu secretariado o projeto piloto Resgatar que irá ofertar ensino médio técnico a detentos do Sistema prisional de Manaus. O projeto é uma iniciativa do Tribunal de Justiça do Amazonas TJ-AM em parceria com a Fundação Matias Machline – FMM, um dos maiores Projetos Sociais de Educação do Norte do Brasil . O encontro aconteceu na sede do Governo Amazonense e contou com as presenças dos magistrados que estão a frente do projeto e os representantes da FMM, Nancy Cavalcante, diretora de ensino e pesquisa, Jorge Oliveira, Diretor de captação e articulação institucional e a conselheira curadora, Liege Carvalho.

Na oportunidade a diretora, Nancy Cavalcante apresentou o trabalho social desenvolvido na Fundação com jovens de baixa renda e explicou que o projeto Resgatar visa dar oportunidade as pessoas privadas de liberdade por meio de uma educação técnica de excelência, criando assim novas oportunidades. “Acreditamos que por meio do projeto Resgatar possamos dar novas oportunidades, seguindo nossa filosofia que se pauta pelo ensino, moral, ética e disciplina possamos contribuir para reintegrar essas pessoas na sociedade e assim termos uma sociedade mais justa com diversas oportunidades de trabalho. A fundação se coloca a disposição para contribuir com esse processo, usando nossa expertise” disse.

O Governador Wilson Lima destacou a importância do projeto desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Amazonas em parceria com a Fundação Matias Machline. ”O projeto é muito importante para a ressocialização desses detentos, iniciativas como essa são importantíssimas para nossa sociedade. Iremos apoiar o projeto por meio da Secretaria de Educação e outras secretarias oferecendo espaços, mobiliários e principalmente as condições mínimas para que esses profissionais possam trabalhar nesse projeto” concluiu o governador.

Foto: Thiago Poncio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.