Mutirão Optométrico atende alunos do 1° ano da Fundação

A Fundação Matias Machline finalizou, na última terça-feira, o mutirão de exames optométricos com alunos do 1° ano. Em três dias, foram realizados exames como o de Refração, que avalia e identifica a necessidade do uso de óculos de grau e também gera encaminhamentos para oftalmologistas, em casos mais complexos.

 

Realizado pela Optometrista Luciana Gomes, é o 2* ano consecutivo que o mutirão optométrico acontece na instituição. A profissional conta que, no ano passado, algumas doações foram adquiridas mas que, nesse ano, os óculos estão sendo vendidos a valores bem acessíveis, facilitando a aquisição. “Também atendo em outros lugares, mas mutirões em escolas como essa são de extrema importância. Recebi alunos aqui que, antes do exame, não sabiam da necessidade do uso dos óculos. Alguns alunos precisariam usar óculos desde crianças mas, ou nunca tiveram acesso ao exame optométrico ou nunca tiveram condições financeiras de arcar com o custo. Então, é muito importante dar essa oportunidade”, contou. A profissional acrescenta também que o uso de óculos de grau beneficia no aproveitamento escolar, aumenta a auto-estima e melhora a saúde.

 

O aluno Lucas Gabriel, do 1° BI, conta que o mutirão é de extrema importância porque muitos alunos não podem arcar com os custos do exame em clínicas privadas. “O mutirão é espetacular porque aqui eu e meus colegas recebemos atendimento de graça e de qualidade. Agora, vou poder estudar melhor e tomar mais cuidados com a minha visão”, afirmou. A aluna Edir Silva, também do 1° BI, acrescenta que, além da praticidade e acessibilidade, a eficácia do exame de Refração é garantida pela qualidade dos equipamentos.

 

A ação foi mais um fruto de uma parceria entre a Fundação Matias Machline, a profissional optometrista Luciana Gomes e a ótica Visão Amazônica. A instituição, que há 33 anos transforma a vida de jovens em vulnerabilidade social, busca a contribuição de profissionais voluntários e parcerias de empresas para que, atendendo às necessidades dos estudantes beneficiados com qualidade, o projeto social possa ser perpetuado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.